Sentir solidão não é estar só, é estar vazio!

Hoje falo-vos do pouco que sei, felizmente, sobre estar só e sobre a solidão.

O título não é da minha autoria, mas acho que entendo o seu significado.

Conheço algumas pessoas que embora vivendo sós, são felizes e outras que vivendo acompanhadas não o são. Digo que são felizes no sentido de não sentirem a solidão ou terem aprendido a conviver com ela, não deixando que esse sentimento tome conta das suas vidas de forma negativa, prejudicando a sua evolução como pessoas.

Mas então o que é a solidão???

Espero que deixem aqui as vossas opiniões sobre o tema.

Na minha opinião, sentir solidão não é o mesmo que estar só, desacompanhada, entendo que seja mesmo a falta de preenchimento. Mas então como é que se preenche o vazio???

Como é que é possível combater a solidão sem pessoas por perto? Não sei…

Para mim, este tema é bem mais difícil do que dissertar sobre o sexo dos anjos, até porque este toca bem fundo muita gente e cada vez mais, quando com todas as terapias alternativas e livros de segredos para vidas felizes, cada um de nós se devia sentir cada dia menos só e vazio, parece que acontece precisamente o contrário.

Desde que me conheço como gente, nunca estive sozinha, mas certamente, ou talvez, um dia estarei, mas mesmo assim, não quer dizer que não me tenha sentido nunca só.

Sentirmo-nos sozinhos entendo que seja pela falta de companhia física de alguém, sejam eles família ou amigos  e sentirmo-nos sós, mesmo “no meio da multidão” é talvez pela falta de sintonia, compreensão e muitas vezes carinho.

Entendo que há formas de combater a solidão física que são apenas máscaras. Umas são máscaras que julgamos fazerem parte de nós e que usamos sempre, iludindo-nos até a nós mesmos. Vamos a festas, cantamos, dançamos, e até rimos, preenchemos o tempo com as mais diversas actividades para evitar parar e pensar, ainda que inconscientemente. Algumas dessas máscaras acabam até por resultar e ao convencermo-nos que não estamos sozinhos, deixamos também de nos sentirmos sós.

Outras vezes, o vazio e a solidão continuam por baixo da máscara e quando ela cai o sofrimento é duplo.

Não raras vezes, ocupamo-nos da vida dos outros para preenchermos os nossos próprios vazios, dedicando-nos a eles e ganhando por isso um outro alento.

E agora termino, nada orgulhosamente só, dizendo apenas que não somos mais que criaturas sozinhas, e muitas vezes sós… nascemos e vamos todos morrer sozinhos…

Manuela

About these ads

26 thoughts on “Sentir solidão não é estar só, é estar vazio!

  1. Olá,

    A esta hora muita boa gente, e filhos de bons pais, e de maus também, devem se estar a sentir sós, mesmo que muito acompanhados.

    Falas em máscaras, que belo adjectivo para definir, quem esconde uma solidão!!! Claro que solidão , não é só quem está desamparado, desacompanhado, estar só , é estar rodeado por pessoas que não nos entendem, e fingem tanta coisa. São os pseudo-amigos, aqueles que na nossa frente são tão disponivéis, são tão prestativos, directos, e no entanto, nas nossas costas ( e desculpem o termo) só nos fodem!!!!
    Mas a vida se encarrega de lhes dar o “troco” e bem dado, nem precisam de esperar até ao “dia do juízo final” para o terem, nesta vida tudo se faz tudo se paga!!!Mais tarde ou mais cedo….

    Estar as vezes só, em perfeita solidão, é tão bom, ninguém nos chateia, ninguém nos incomoda, ninguém nos diz o que fazer, se está bem feito ou não, e ninguém tem ( acima de tudo) RAZÃO..podemos dizer/fazer/ falar/ dizer mal deste ou daquele/ cantar/ dançar que está tudo perfeito, porque estamos SOZINHOS, agora quando dá-mos confiança demais, aí sim estamos FODIDOS.

    Prefiro por vezes estar só, mas bem comigo mesmo, de consciência tranquila, do que estar acompanhado por tanta gente, e estar com mil cuidados para não ferir susceptibilidades.

    Claro que adoro companhia, se possível da boa.

    NUNCA DEVEMOS ESTAR 100% SÓS..mas devemos estar sempre a olhar por cima do nosso ombro!!!

    Bjocas

  2. Obrigada Miguel!
    Entendo bem o que dizes… é a vida… e às vezes mais vale sós que mal acompanhados… não é?
    Bora lá às queijadas ? ;)
    Não costumo agradecer logo ao início, mas hoje senti que tinha que o fazer!

  3. Bem amiga Manuela!
    É que nem o Jacques Cousteau foi tão fundo!
    Nascemos sós?? Sim, nascemos (excepto os gémeos, claro).
    Morremos sós?? Sim, morremos (excepto os que morrem acompanhados)
    Pronto! Pronto! Lá estou eu a reinar contigo…

    Acho que percebi o que disseste, falavas da alma, e essa sim, nasce e morre(??) sózinha!
    Agora vou falar por experiência própria: No meio de 4 irmãs, nunca, mas nunca me senti Só. E agora com as mesmas irmãs e ainda duas crianças ainda menos.
    Quanto à Solidão: é assim, com o meu cérebro como companhia (que trabalha a 1000 à hora), como posso sentir Solidão???
    É uma questão muito relativa esta, e depende tão somente daquilo que nós achamos essencial que nos preencha!

    Obrigada minha mente querida, por ser como és!!!

  4. Cara amiga Manuela… Solidão… felizmente não sei o que é… mas também vivendo euzinhha comigo mesma… não há espaço para a solidão! :)

    Mas melhor do que eu exprimir, o que penso da solidão, encontrei uma frases tipo “clichê” muito apropriadas para a ocasião… aqui vão algumas das que mais gostei pelo significado.

    “A pior solidão é não ter amizades verdadeiras.” (Francis Bacon)
    “Jamais encontrei companheiro que me fosse mais companheiro que a solidão.” (Henry David Thoreau)

    “Sozinho mas não solitário, quem tem fé nunca está sozinho.” (Thomas Carlyle)

    “Não sei o que é a solidão. Nunca me senti só. Acho fantástico ficar comigo mesma, com meus milhões de dúvidas e preocupações.” (Cleyde Yáconis)

    “Mesmo o amor que não compensa é melhor que a solidão.”
    (Vinícius de Morais)

    “Que importa morar aqui ou lá, quando se descobre que se está sozinho em qualquer lugar?” (Débora Bötcher)

    Já agora aqui vai um videozito em que o Feargal Sharkey em A Good Heart, menciona “anything is better than being alone”, porque ainda há pessoas que acreditam piamente nisto, não compreendendo que muitas vezes é melhor como o ditado diz “melhor sozinho que mal acompanhado”…
    Mas no fundo no fundo todos temos “medo” ou “receio” de estar ou ficarmos sozinhos!!

    BFS até segunda!!

    Bjkas

  5. Boa Tarde
    Vazio / Solidão / Amizade, tem tudo muito que se lhe diga, embora nos tempos que correm, o que mais falta é tempo, quiçá para pensar muito nos vazios e/ou solidão.
    Quando se tem verdadeiros amigos, mesmo que poucos, não importa onde eles estejam, jamais se sofrerá de solidão, poderemos sentir a falta deles, mas não estaremos sós.
    E que dizer daqueles que estão longe da família por motivos de trabalho, estar longe dos filhos, da mulher, dos pais etc., têm de ser fortes e superar a ausência sabendo que estará sempre alguém a pensar em nós com saudades nossas e a dar-nos força.
    O amigo é a resposta aos desejos das pessoas, mas que não seja para matar o tempo, pois os amigos estarão sempre lá nas horas vivas, porque deverão preencher a tua necessidade, mas não o teu vazio.
    Há um vazio inexplicável em cada ser humano. E é este vazio que nos faz querer sempre mais, mesmo quando já se tem o suficiente.
    Existe nos tempos de hoje o hábito de cada vez se ter mais amigos, mas quando reparamos, a grande maioria é que no fundo são simplesmente conhecidos.
    Neste âmbito da amizade, há que ser selectivo não haver enganos, e se mesmo com a selectividade nos enganarmos, azar, desliga-se e vamos em frente pois há sempre mais gente.
    E quando não se consegue fugir da solidão há sempre pensamentos e recordações que nos tornarão mais fortes.

    Bom fim-de-semana e nada de solidões, vazios ou lamúrias.

  6. Solidão é comigo mesmo…

    Sinto-me só todos os dias e quanto mais penso em mim, mais só me sinto.

    É que é difícil para um ser como eu, que se posiciona logo abaixo de DEUS e muito acima do resto da ralé, não se sentir só… é inevitável, não mescla.

    Apenas quando estou comigo mesmo, tenho alguém para me fazer um pouco de companhia ao mesmo nível. Principalmente quando não há ninguém a introduzir ruido de fundo, tipo quando vou para a Foz ler umas páginas de um bom livro de ficção. Ou quando vou sozinho no carro a ouvir apenas o vento. Ou quando acordo às 3 da manhã para mudar a frota no AstroEmpires…

    De resto vai-se aguentando…

  7. Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo… Isto é carência!
    Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar… Isto é saudade!
    Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos… Isto é equilíbrio!
    Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente… Isto é um princípio da natureza!
    Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado… Isto é circunstância!
    Solidão é muito mais do que isto…
    Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma.
    —————————————————————
    Solidão, não te mereço,
    pois que te consumo em vão.
    Sabendo-te embora o preço,
    calco teu ouro no chão.

  8. Sabes Inês, muitas vezes na vida só indo fundo, muito fundo se percebe algumas coisas.
    Eu tenho pena… muita pena de quem é só e nem se apercebe, pena porque um dia quando se aperceberem o sofrimento será bem maior… pena das pessoas vazias de conteúdo e que todos os dias andam por aí a tapar buracos com futilidades achando terem uma vida preenchida. Mas tenho ainda mais pena daqueles que deitam os amigos e a família fora em troca de ilusões e mentiras, esses sim me dão pena…
    Neste momento sou uma abençoada por ter comigo quem me faz companhia e quem me preenche e não preciso por ora de tapar buracos… E se um dia precisar de o fazer, que não seja inutilmente. Há tanta gente a precisar de companhia e amor nos lares e nos hospitais e acho que essa é uma excelente forma de se preencher os nossos e os vazios dos outros. Mas claro que isso dá muito trabalho, já para não falar do medo e do nojo de apanhar doenças e por isso a maioria acha um gesto muito nobre, mas para os outros…
    Minha querida amiga Lya, confesso que de ti esperava uma resposta bem mais porofunda, assente nos conhecimentos adquiridos e na prática que vais tendo ao lidar com as pessoas. Mas compreendo, há assuntos nos quais custa mexer.
    Red Eagle, aproveitando que as águias agora estão em alta ;) agradeço muito o teu comentário e até parece que me conheces :) É sim com os meus amigos que vou matando a solidão e a frustração, e por acaso, ou não, não são assim poucos e são Optimos! Em frente :)
    Fonte, fonte, fonte :) Uma altura disse que quando fosse maior ia querer ser igual ao Sr. Regueifas, hoje já mudei de objectivo!!! Quando for grande quero ser igual a ti!!!! É mesmo!! Como é possível combinares dentro de ti tanta dose de seriedade com insanidade???? :D :D Bora lá largar esse sofá e avançar a pé??? Levas as naves contigo e o avião que tens aí em casa ;)
    Tulipa, que profundidade… agradeço o teu comentário, pelo menos mostrou que leste o meu texto :)
    Há outros que eu sei que leram, mas realmente comentar não é o seu forte, tudo bem na mesma :)
    Manel, já me esquecia de ti!! Beijo grande para ti, e Cascais cascais ;)
    Para o meu senhorio, outro beijo enorme. Não te vou pôr na lista negra, ainda ;) , descansa.

  9. Ola amiga, espero que a amizade nao se veja pelo nº de comentarios ou a rapidez com que se escrevem.
    Deste tema estou à vontade para falar, porque sou uma pessoa de solidão, gosto muito de estar isolado, não estou só, simplesmente isolado.
    Mas não significa que abandone a familia e os amigos, porque os verdadeiros sabem que apesar de estar ausente, estou sempre lá quando precisam de mim.
    Gosto da solidão porque nos tempos de hoje as pessoas vivem para si, e não para os outros , nao apreciam o tempo de qualidade mas sim a rapidez com que vivem.
    Cada um enfiado no seu buraco, em frente a um ecran, conversando com o seu milhao de amigos, mas o contato pessoal e verdadeiro à muito que desapareceu, por isso acho que cada vez que passa estamos mais sós, apesar de acharmos que temos muitos amigos?????

  10. Quarto lugar no peddy paper da associação Vallis Longus…

    Para primeira vez, nada mal!!!! O pessoal para o ano que se prepare… o pódio vai ser para a equipa maravilha: Sr. Engenheiro/ Inês

    Fontemouriscaaaaa rules – yáyú

  11. Oh Maria Ines: esse narcisismo escorpiónico nao aguentou calado!!! Isso de levar alfinetes nas mamas ou o senhor engenheiro ter pêlos no peito tipo esfregao palha de aço terá que ser levado em consideração para a próxima!! Diz aqui a mana, baba-te lá :) que voces foram os únicos que cumpriram o tempo!!
    Tozé: a amizade não se vê pelo numero nem pela ordem dos comentarios, ve-se sim nos olhos, e por trás dos ecrans as coisas são muito falsas… por mim, descansa…

  12. Úh-Úh!!!
    E ainda por cima com o tempo cumprido…
    Acho que vou impugnar estes votos!!!! Com jeitinho ainda fico com o presunto!!
    E só não fiquei à primeira porque não me lembrei que o nosso 1º é filho de pai Sousa!!!!
    Ò tia Gusta…nada de abocanhar o dito cujo… olhe que ainda fico com ele….
    Isabel, ma chére! Adorei o peddy…
    Quanto aos alfinetes nas mamas?… nããããã… keriassabermasnãosabes!
    Ahahahahahahaha

  13. Minha querida amiga Lya, confesso que de ti esperava uma resposta bem mais porofunda, assente nos conhecimentos adquiridos e na prática que vais tendo ao lidar com as pessoas. Mas compreendo, há assuntos nos quais custa mexer

    Amiga Manuela, quanto ao esperar uma resposta mais profunda assente nos conhecimentos adquiridos e na prática… ora bem eu quando comento aqui não tenho por hábito comentar como comum mortal que somos TODOS!!!

    “há assuntos nos quais custa mexer”, não entendi este comentário despropositado, mas se não te sentes satisfeita com os meus coments, tás à vontade, da mesma forma que em Março, me convidaste/pediste para comentar no BLOG do teu amigo, também podes ter a mesma atitude e pedir-me que não o faça, agora CRITICAR uma singela opinião que até é sincera como todos os meus comentários, isso é totalmente despropositado, acho que pelos anos quenos conhecemos, se tens algo a dizer, diz-me directamente.

    Pessoal, vão até à Quinta de Louredo – Vieira do Minho, acabei de chegar de lá após passar lá um belo fim de semana, aconselho a todos para relaxar!!!

    Bjkas

  14. Oh Lya, amoreee: que azedume é esse????
    Olha que estragas o astral trazido da Quinta de Louredo :)
    Esperava um coment mais profundo no sentido de que com os teus conhecimentos de psicologia podias debater mais connosco, nós sim, os comuns mortais, sobre o tema. É um tema que custa mexer pq é um tema que de uma forma ou de outra toca em pontos muito sensíveis e sobre os quais é difícil falar, aliás como deves ter percebido, os meus textos são sempre difíceis de comentar, pelos temas que escolho (pelo menos é o que me dizem).
    Querida, não foi uma crítica ao teu coment, foi apenas pq esperava mais, não esperava que usasses frases de outros, mas apenas a tua versão… só isso!
    Que estranha reacção esta tua… enfim… Eu pedir para não comentares??? Sinceramente este teu último coment é que foi despropositado.

  15. Bem, por falar em comentários despropositados…

    Aqui a equipa fontemourisca, ficou-se pelo 4º lugar porque queria fazer ainda mais difícil que o 1º lugar, queria ficar com o 2º… e descuidou-se um pouco.
    Eu sempre quis o Salpicão e não o Presunto.

    Aliás aquele salpicão de 50 cm’s quase me fez lágrimas nos olhos, pois é algo que me é muito familiar e que em variadíssimas situações uso na Inês…

  16. Para que não se ponham com coisas, estava a falar do bastão para lhe dar pelas costas abaixo quando ela se atrasa na janta ou deixa a casa desarrumada…

  17. Ena ena!! Oh Fonte: 50 cm’s????????????? Isso é o quê??? Que tens aí em casa com essa medida??? Bem, eu não vou gabar-te mais pq já me chega os ataques de ciumes que ela me fez hoje, mas olha que não sou a única Gaja a ler este blog, e se os 50 cm’s despertarem assim interesse… não sei não ;)
    Serão os tais pêlos de palha d’ aço????

  18. Tanta treta sobre solidão…..
    Em perfeita solidão vivemos todos…
    Acompanhados ou não de falsos profetas e ovelhas disfarçadas de lobo….
    Não sejas Obelha… Bebe Be Groselha!!!….

    Mais vale só que mal acompanhado!….

    Manu… Mana… nunca estarás só….
    aqui o nhe nhe esta ctg…. ;)

  19. Oh Chico: tu és demais!!!
    Não eram os lobos disfarçados de obelhas??
    Já sei, é mt sono e mt regulamento das custas.
    Tás perdoado, nhé nhé nhé!!
    E olha que para estar cmg, também mais te vale estar só ;)
    Beijo grande e descansa lá a pestana!

  20. Oh Manuela, amoree, estragar o excelente astral que trouxe da Quinta do Louredo!!! Nah, olha que é muito difícil!!! :)
    Não é a primeira vez que utilizo citações, e nunca uso os meus conhecimentos para comentar… é certo que às vezes dá essa sensação mas se o faço será insconciente.

    Já te pedi para não referires a minha área académica… sabes eu nunca digo directamente a ninguém (apesar de estar no meu perfil, mas só os que estão ligados a mim têm acesso), aqui há uns anos os meus cheques vieram com o “Dra.” e eu devolvi-os… não sou presunsosa sou quem sou antes do canudo e não é por tê-lo que sou menos “louca”, ou que sou diferente de quem não teve a possibilidade de o ter.

    Não entendi o teu coment, somente porque havia te dito no messenger que tinha um texto mto interessante, mas como fechei a janela sem querer, acabei por perder o texto, mas como não tinha mto tempo pois ia para fora no FDS, não quis ir sem comentar o teu texto, que até gostei muito, pois acho que tens uma veiazinha para estas coisas da escrita.

    Se eu interpretei mal desculpa, mas foi com a sensação que fiquei…

    Vês os amigos são assim falam, conversam se necessário for pedem desculpa e entendem-se…

    Mal entendidos há muitos… mas não dão para nos criar solidão!!!

    Tem uma boa semana, pois a minha já começou muito bem!!!

    Bjkas

  21. Cara Manela
    Existem momentos na nossa vida em que por muita gente que tenhamos ao nosso ladosentimos um vazio, uma solidão indiscrtivel
    Outras alturas há mesmo necessidade de estamos sós para reflectir, para pensar, até mesmo para desanuviar (falo do que sinto – quando estou em dia não preciso mesmo de estar sozinha) — assim não cometo loucuras
    Agora solidão por sistema – tenho mesmo muito medo!!!
    Não gosto de comer sozinha,.a comida não me sabe ou pura e simplesmente não como…..
    não gosto de andar na rua só, porque nessas fases mais down de solidão sinto-me pequenina pronta a ser esmagada por qualquer outro gigante que por mim passe….

    Não me considero uma pessoa solitária – Há momentos de tudo!!!!
    Até porque tenho um marido maravilhoso que me ajuda e duas filhas que adoro e são as luzes dos meus olhos….

    Existem sempre aqueles amigos com quem podemos contar e que nos amparam em certos momentos da nossa vida. Não aparecem só nos momentos bons. Nos dificeis tb lá estão para o que der e vier…..

    A todos bem hajam e por cá vou passando – para escapar àqueles momentos de solidão……

    Lisa

  22. E por falar em tópicos de sugestão – cara manela porque não um post sobre maternidade e/ou paternidade.

    Bem sei que podes falar na 1ª. pessoa e dar um testemunho sobre um assunto.

    Fica a dica….

    Lisa

  23. Não quero ferir qualquer tipo de susceptibilidade, mas são estes os comentários que gostaria que todos dessem, a coberto ou não de nicks, mas que todos partilhassem opiniões sobre os temas, e acho que o nelson e a ines gostariam do mesmo.
    É claro que também adoro os outros da parvalheira, mas é bom ler pelo menos alguns que falam de coisas sérias. Obrigada Lisa!!!!
    Sobre a dica, mais uma vez fica registada ;) e as melhoras também para ti!

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s