Crônica do caminho inglês

Caminho de Santiago

Dia 1

Com uma noite bem dormida e apenas 15 km para cumprir no dia de hoje, foi possível acordar um pouco mais tarde, leia-se 7.30h.

Quando iniciamos o percurso já o sol dava brilho ao que nos rodeava… Caminhamos junto à ria, numa paz natural incrível, o silêncio apenas era quebrado pelos mais variados pássaros que por ali buscavam alimento.

Depois de abandonar o percurso da ria, percorremos alguns quilómetros em alcatrão, mas sem grande problema pois são estradas rurais que passam em pequenos núcleos habitacionais. Percorremos outros tantos em zona de monte com muito verde a pintar o cenário.

Para o fim do percurso a “cereja no cimo do bolo”… Saídos de uma zona rural alta de onde é possível avistar água, vamos descendo até que damos de caras com um autêntico postal. A praia de Magdalena em toda a sua extensão.

Descendo o arruamento seguimos até ao areal como se de um íman se tratasse… percorremos toda a praia e no seu fim seguimos por um bonito pinhal.

Uns passos adiante a jóia da coroa, a ponte sobre o rio Eume, que dá nome ao lugar onde hoje vos deixamos. Pontedeume.

Amanhã mais histórias neste Caminho de história.

Anúncios

2 thoughts on “Crônica do caminho inglês

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s